//Cólicas de areia

Cólicas de areia

Nesta época do ano, em zonas arenosas, é muito comum ver que os nossos cavalos ingerem areia enquanto pastam. Este comportamento pode originar cólicas e a areia que se acumula no colon pode por em perigo a vida do nosso cavalo.

Através de um bom maneio alimentar e da adição de suplementos à base de Psyllium  podemos evitar as cólicas por areia.

O que é uma cólica?

A cólica é considerada como uma das  “doenças” mais frequentes  e importantes nos equinos. Define-se cólica como dor na cavidade abdominal. Uma percentagem muito elevada deve-se a a problemas relacionados com o sistema digestivo. Em outras situações, este sintoma pode estar associado a doenças hepáticas, renais, e no caso das éguas, a doenças do sistema reprodutivo.

As cólicas relacionadas com o sistema digestivo são classificadas de acordo com a localização e com a ocorrência ou não de obstrução. A maioria das cólicas com causas obstrutivas têm indicação cirúrgica.

As impactações são as cólicas mais comuns nos equinos, estas caracterizam-se como obstruções que ocorrem no sistema gastrointestinal e podem ter origem alimentar, parasitária ou ter origem num corpo estranho, tal como a areia.

Como podemos saber que o nosso cavalo está a sofrer de cólicas?

Numa primeira abordagem, a dor abdominal no nosso cavalo pode ser identificada por um conjunto de sinais, normalmente gerais e que não permitem identificar a causa da cólica. Estes são:

  • Depressão
  • Ausência de apetite
  • raspar o chão
  • olhar os flancos
  • deitar-se no solo
  • membros posteriores afastados
  • Deitar-se mais tempo do que o normal.
  • Levantar lábio superior
  • Rebolar no chão
  • Sudorese

olhar os Flancos- colicas areia

Quanto mais grave for a causa, mais intensa é a dor. Assim que se suspeite que o cavalo está a sofrer de cólicas deve-se chamar o veterinário e seguir as suas recomendações.

Se durante o verão o seu cavalo vive no pasto e sofre de cólica uma das possíveis causas será impactação por areia.

Como acontecem cólicas por areia?

Os cavalos mantidos em pastagens podem ingerir areia por diversas razões. Tais como, ausência de alimento na pastagem, presença de solos arenosos, carência de minerais na dieta e inclusive devido a vícios adquiridos. Contudo, cavalos estabulados também podem estar sujeitos este tipo de cólica, caso a forragem apresente excesso de areia.

Esta areia ingerida fica depositada no intestino grosso, nomeadamente no cólon.

acumulaçao de areia no clone

Quando a quantidade de areia ingerida é pequena esta pode ser expulsa nas fezes, contudo, esta expulsão pode causar lesões na mucosa do cólon e provocar o aparecimento de diarreia.  A diarreia, pode-se complicar com toxémia e laminite, duas situações patológicas que podem ser graves para a saúde do cavalo.

Por outro lado, quando o depósito de areia é maior pode dar origem obstrução parcial ou total com rotura do cólon. Tanto a diarreia como a obstrução causam cólicas aos nossos animais e comprometem a sua vida.

Como posso saber que o meu cavalo come areia?

Uma prova muito fácil que permite detectar a presença de areia no cólon é a prova da luva:

  • Um vez por semana recolhemos uma luva com fezes que não tenham estado em contacto com areia.
  • Enchemos a luva com água e damos um nó.
  • Deixamos a luva repousar 30min com os dedos para baixo, caso haja areia esta ir-se-á depositar no fundo.

Devemos ter cuidado porque os cavalos com uma grande quantidade de areia depositada no cólon não a expulsam nas fezes. Por isso esta prova deve-se começar a fazer logo no inicio da temporada, quando começa o calor e a pastagem deixa de ser abundante.

Como posso prevenir que o meu cavalo coma areia?

Temos duas formas de prevenir que o nosso cavalo sofra de cólica por areia. Primeiro devemos impedir que o nosso cavalo coma areia. No caso de ter ingerido, devemos conseguir que a expulse da forma mais segura possível.

Para impedir que o cavalo coma areia devemos seguir as seguintes linhas de orientação no que concerne ao maneio da sua dieta:

  • O cavalo na pastagem não deve comer a ração directamente do solo. A colocação de comedouros é fundamental.
  • Nas paddocks colocamos a forragem em redes sem entrar em contacto com o chão.
  • Limpeza da forragem caso esta traga muita areia.

pajera

Se o nosso cavalo ingeriu areia o mais indicado é administrar um suplemento alimentar à base de Psyllium.

SAND X PELL contém casca de Psyllium, uma importante  fibra indutora de volume, fonte de fibra solúvel. O contactar com água forma uma massa viscosa que envolve a areia e ajuda a que a mesma passe pelo colon sem causar lesões nas suas paredes.

Para além disso tem um efeito prebiótico estimulando a proliferação e bactérias benéficas do intestino grosso.

Sand X Pell

By | 2018-02-26T18:32:23+00:00 26 Julho 2017|Sin categoría|0 Comments

About the Author: