//O nascimento do poldro e os seus primeiros momentos de vida

O nascimento do poldro e os seus primeiros momentos de vida

No momento do nascimento do poldro, é essencial saber como ocorrem as etapas do parto e o primeiro momento da vida. Dessa forma podemos detectar, o mais rápido possível, se houver alguma anomalia que impeça seu desenvolvimento normal.

COMO PODEMOS SABER QUE O PARTO ESTÁ PRÓXIMO?

Contabilizando a partir da data de concepção e tendo em conta os 11 meses de gravidez, pode aproximar a data do parto. Quatro ou cinco semanas antes do nascimento, é aconselhável ter um espaço onde a égua possa dar à luz em tranquilidade.

Quando se aproxima essa data, temos indicadores que nos permitem detectar que o parto está próximo. Por exemplo, a presença de material seroso nas glândulas mamárias (“velas”) indica que o nascimento do poldro está próximo.

Poucas horas antes do nascimento, a égua fica inquieta, deita-se, levanta-se com frequência e dá voltas em círculo.

QUAIS SÃO AS ETAPAS DO PARTO?

O parto consiste em três fases, praticamente as mesmas de todos os mamíferos. A primeira fase do trabalho de parto baseia-se no aumento das contrações do útero para colocar o poldro na posição correta para sua saída. O colo do útero começa a dilatar-se. A posição do poldro é muito importante, a primeira coisa que é visualizada é o focinho e os dois membros anteriores.

Na segunda fase, as contrações serão mais intensas e o poldro será expelido. Nesta fase (expulsiva), é muito importante verificar se o poldro tem a colocação correta e se a bolsa amniótica tem alguma rotura.

Na terceira fase, o poldro inicia o contato com a mãe. As contrações continuam, mas com menos intensidade, para permitir a expulsão da placenta. O controlo desta fase também é fundamental. A retenção placentária é uma patologia comum e requer tratamento urgente. Sob condições normais, a expulsão da placenta pode durar de 2 a aproximadamente 10 horas.

PASSOS A SEGUIR APÓS O NASCIMENTO DO POLDRO:

  1. Análise geral do animal após o nascimento. O poldro deve ser capaz de responder a estímulos dolorosos e corrigir a postura cinco minutos após o nascimento.
  2. Observe se o poldro se levanta: após 5 minutos do nascimento, eles já se podem levantar.
  3. Verifique o cordão umbilical: só deve ser cortado após o poldro se levantar, e deve ser limpo para garantir que não dê origem a possíveis infecções.
  4. O reflexo de sucção no poldro aparece vinte minutos após o parto. O poldro deverá mamar em intervalos de 30 a 60 minutos. É muito importante verificar se o poldro está a mamar para adquirir o colostro da égua, rico em defesas que ajudarão o desenvolvimento do sistema imunológico do poldro.
  5. A primeira micção ocorrerá às 8 horas de vida e, a partir desse momento, a frequência será maior que a de um adulto. Depois de algumas horas expulsará também o mecônio, ou primeira defecação.

Lembre-se de que 7 dias após o nascimento do poldro e, coincidindo com o zelo da mãe, o poldro pode ter diarréia que atenue sozinha após 4 ou 5 dias. Deve prestar atenção especial ao aparecimento de febre.

O QUE PODEMOS FAZER SE O POLDRO NÃO MAMAR?

Durante os primeiros meses o leite materno será a base da sua dieta. Se o poldro não mamar desde o primeiro momento, é essencial tentar fornecer colostro artificial. Além disso, se a égua tiver escassez de colostro ou tiver problemas para alimentar o poldro durante as primeiras 24 horas após o nascimento, recomenda-se a administração de Pluspotrin.

Da mesma forma, se por algum motivo o leite materno não for suficiente, podemos fornecer leite artificial utilizando um biberão. Um exemplo seria o Leite Pinolat, para complementar ou substituir o leite materno após a administração do colostro, natural ou artificial, nos casos em que seja necessário. Também pode ser usado para aumentar a energia em poldros fracos.

Tanto o Leite Pinolat e o Pluspotrin estão incluídos no Pinokit Foal, um kit de boas-vindas ideal para poldros com necessidades alimentares especiais. O Kit contém duas embalagens de colostro, uma embalagem de leite maternizado, um biberão com uma tetina especial para poldros e um copo medidor.

Por outro lado, um dos suplementos ideais para a nutrição do poldro nos primeiros dias de vida também seria o Diazorb, uma seringa de pasta oral para o bom funcionamento do sistema digestivo com sabor a banana. Com os seguintes componentes: Probióticos + Prebióticos + Bentonina + Pectina + Cloreto de sódio + Dextrose.

By | 2020-02-05T11:18:14+00:00 5 Fevereiro 2020|Sin categoría|0 Comments

About the Author: