//Infeções da Ranilha

Infeções da Ranilha

O casco do cavalo é uma das estruturas mais importantes do organismo. Ele é desenhado para suportar enormes forças de impacto e para proteger as estruturas nele incluídas. Cuidar dos cascos é um dos aspe-tos mais importantes do maneio de cavalos.

A sua limpeza, cuidado e análise devem ser parte da rotina diária de cuidados com o cavalo.

O casco do é por várias partes, uma muito importante é a ranilha.

O que é a ranilha

Esta estrutura está localizada na zona palmar ou plantar do casco em direção à área do calcanhar. Tem uma forma triangular e é delimitada por lagoas laterais. Também tem uma lagoa no centro. A ranilha, juntamente com o resto das estruturas do casco, proporciona a resistência necessária à compressão e à proteção das estruturas internas.

ranilha.jpg

Além disso, desempenha um papel importante na circulação sanguínea da zona. O fato de que o sangue chegar ao casco é uma tarefa fácil para o organismo, apenas pela acção da gravidade faz com que o sangue chegue até ás extermidades inferiores. A dificuldade vem em drenar o sangue destas zonas. Uma circulação anormal do sangue pode causar patologias como a laminite. A ranilha (sua conformação e disposição) ajuda a boa circulação desde que o cavalo toda vez que ele pisa no chão comprime essa estrutura e atua como uma bomba para facilitar a saída do sangue do casco.

Como é produzida a infecção na ranilha?

A infeção da ranilha é degenerativa e aparece nas lagoas laterais bem como na lagoa central. Normalmente, o resultado é uma perda de consistência e dano nesta parte do casco.
As bactérias que causam essa patologia atacam a queratina, uma proteína que faz parte do estrato córneo do casco, fazendo com que a área perca a consistência.

O sinal mais significativo desta doença, além do amolecimento da ranilha, é uma secreção negra e com mau odor.

Apesar de apresentar este exsudato, o cavalo pode não apresentar sinais de desconforto ou claudicação. É por isso que uma revisão diária e a limpeza dos cascos podem nos ajudar a enfrentar esse problema antes de se tornar mais grave.

Quando a infecção já é evidente, pode atingir o tecido adjacente da sola do casco e estender-se para estruturas mais profundas podendo alcançar o corpo da ranilha, a parede do casco e ao calcanhar. Neste caso, já encontramos dor na palpação da ranilha e, inflamação dos membros e claudicação.

Não devemos confundir a infecção da ranilha com o Canker, que é uma infecção mais grave em que a ranilha suaviza mais visivelmente, fica com mau cheiro e se espalha rapidamente para a sola do capacete. Neste caso, o único tratamento é a cirurgia.

Porque que a infecção da ranilha aparece?

Existem causas genéticas que tornam certos cavalos mais propensos a infecções nas ranilhas. Além disso, uma causa comum geralmente é a falha no maneio diário do animal. Temos que levar em conta certos pontos críticos que teremos de controlar:

  • Estado da box: uma cama húmida e suja criará o ambiente perfeito para o crescimento de bactérias que danificarão a ranilha do cavalo.
  • Conformação do casco: Um casco alongado com talões estreitos terá uma ranilha pequena e um sulco central estreito. Isso favorece prevalencia de uma fenda entre os calcanhares. Tanto a lagoa central como a fissura após o trabalho podem ser preenchidas com areia. Se não for limpo com cuidado, causará irritação e favorecerá a entrada de bactérias, com as consequentes complicações.
  • Recorte do casco ou ferragem: uma ferragem ou recorte incorreto pode favorecer o aparecimento da infecção. Por exemplo, uma ferradura muito estreita na área do calcanhar não permitirá a expansão do casco e fará com que a ranilha seja comprimida, bem como a dor, favorecendo a colonização desta zona pelas bactérias.
  • Limpeza dos cascos: se os cascos não forem limpos regularmente, haverá acumulação de restos da cama e de humidade na palma, que também podem predispor ao aparecimento da infecção.

Qual é o tratamento?

Sempre, em caso de suspeita de infecção da ranilha, devemos notificar o veterinário para que possamos seguir as diretrizes de tratamento.
O tecido danificado da ranilha deve ser removido até atingir o tecido saudável. Após este procedimento, será aplicado um anti-séptico local, como iodopovidona ou produtos específicos para desinfecção da ranilha, como o KERATEX FROG POWER CLEANSER. Este produto é fácil de aplicar, e é formulado com a base de óleos essenciais da árvore do chá que fornece propriedades bactericidas, fungicidas, cicatrizantes e anti-sépticas.

keratex-para-infección-en-ranillas.jpg
Posteriormente, se o corte do tecido tiver sido extenso, poderão ser aplicados antibióticos no casco e, dependendo do caso, pode ser necessário proteger a zona com ligaduras.
Portanto, é essencial um bom maneio do nosso cavalo. Manter os estábulos limpos e ventilados, além de controlar as condições dos cascos do cavalo, deve se tornar uma parte muito importante da rotina diária.

By | 2018-02-26T13:08:54+01:00 11 Dezembro 2017|Sin categoría|0 Comments

About the Author: