//OS TENDÕES DO CAVALO

OS TENDÕES DO CAVALO

As lesões dos tendões nos cavalos podem ser um processo longo e tedioso e, em algumas ocasiões, frustrante. A melhor maneira de tratar estas lesões é realizar um bom maneio para preveni-las e limitar o dano produzido no caso de já existir alguma.

Algumas aparecem de repente e sem aviso, mas há outras que podem aparecer numa inflamação ou numa diminuição do desempenho do animal.

O QUE SÃO OS TENDÕES?

Definimos tendão como um cordão fibroso de tecido conjuntivo que une o músculo ao osso ou à cartilagem. Os tendões são formados por fibras de colagénio. O colagénio é uma estrutura proteica que podemos encontrar também noutras zonas do corpo como na pele.

A diferença entre o colagénio que se encontra na pele e nos tendões é a organização das fibras. As fibras da pele estão desorganizadas, dando assim um tecido muito elástico e frágil. O tendão é um tecido mais forte e com uma alta resistência à tração. Isto deve-se ao facto das fibras se encontrarem de forma paralela e com uma união muito próxima entre elas.

No sistema músculo-esquelético do cavalo existe uma grande quantidade de tendões mas são aqueles que se encontram na parte de trás da cana que têm maior tendência a lesionar-se.

Estes são o flexor digital superficial e o flexor digital profundo.

Quando os músculos da parte superior do membro contraem fazem com que estes dois tendões flexionem o membro. Essas estruturas sofrem um grande stress quando o cavalo galopa, salta ou faz uma volta repentina.

PORQUE OS TENDÕES DEMORAM A RECUPERAR DE UMA LESÃO?

Os tendões demoram muito mais a regenerar-se do que, por exemplo, a pele. Isto ocorre porque, embora ambos sejam formados por colagénio, a posição das fibras e a força que eles suportam são diferentes.

Na maioria das vezes, durante o trabalho diário, produz-se no tendão microrroturas que são reparadas por umas células chamadas fibroblastos. A lesão grave ocorre quando o dano excede a capacidade de regeneração dessas células. A isto também se acrescenta que a irrigação venosa dos tendões é fraca, tornando-se mais difícil a cicatrização do tecido.

Tendones-partes

O tempo de recuperação de um tendão depende de muitos fatores. O maneio do cavalo e a sua idade são decisivos na recuperação da lesão, sendo este período mais longo num animal mais velho do que num animal jovem.Devemos ter em conta que estas lesões nem sempre se resolvem corretamente uma vez que o tecido cicatricial formado não é o mesmo que o tecido primário do tendão. As novas fibras de colagénio tendem a posicionar-se de forma desorganizada. Quando se colocam desta forma, cria-se um tecido menos resistente e que tem maiores probabilidades de romper novamente.

TRATAMENTO

Em caso de lesão no tendão, as fases que são seguidas, sempre e quando o veterinário o recomende, são:

1.    Refrescar a zona

Quando ocorre a lesão, a irrigação aumenta na zona, produzindo inflamação, calor e dor que podem piorar os danos nos tecidos. Para conseguir reduzir o processo inflamatório, o primeiro passo será refrescar a área lesionada. Pode-se conseguir através da aplicação de água fria. Uma forma de otimizar a terapia a frio é através do uso de protetores de frio que conseguem concentrar-se na zona dos tendões e serem constantes.

Os protetores ICE-VIBE usam vibração e frio para tratar as lesões nos tendões. Estes diminuem o fluxo sanguíneo da zona reduzindo a inflamação, enquanto o movimento criado realiza uma massagem que estimula a circulação do sistema linfático para eliminar as toxinas resultantes da resposta inflamatória.

protectores-de-tendones-caballo

2.    Ligaduras

A área da cana deve ser ligada para suportar os tendões. Deve ser usado um pano grosso situado debaixo da ligadura para conseguir que o membro fique o mais acolchoado possível.Por baixo destas ligaduras pode-se aplicar na zona afetada uns géis que irão diminuir a inflamação e continuarão a refrescar a zona. Um exemplo desses géis é o TENDILEG GEL. Este gel, baseado em óleos essenciais, ácido hialurónico e ácido silício ajuda a aliviar a dor, reduzir a inflamação e ajuda a renovação celular.

vendas-y-gel-para-tendones

3.    Medicação

O veterinário, após a examinação do animal, administrará uma série de medicamentos ao cavalo. Os medicamentos anti-inflamatórios não esteroides ou o AINE diminuirão o processo inflamatório e a dor.

Por outro lado, também se pode administrar por via oral suplementos à base de metilsulfonilmetano (MSM). O MSM Power Pure da TRM está formulado para a regeneração e cicatrização de estruturas formadas pelo tecido conjuntivo, como é o caso dos tendões. A sua administração junto com a alimentação ajudará a reduzir o tempo de recuperação da lesão.

MSM-pure-power-metilsulfonilmetano

4.    Confinamento e Reabilitação

Para obter uma melhor recuperação do tecido, o animal deve seguir um programa de reabilitação. Este programa será estabelecido pelo seu veterinário e será o que melhor se adequa à lesão.Na maioria dos casos, no início da lesão, recomenda-se descanso ao cavalo juntamente com uma terapia a frio.Semana após semana, aumentar-se-á o nível de trabalho até conseguir atingir o nível em que se encontrava antes da lesão.O veterinário realizará ecografias para avaliar a evolução da lesão.

PREVENÇÃO

Como foi mencionado no início, o melhor tratamento para as lesões dos tendões é a prevenção das mesmas ou a sua deteção precoce.

No início do trabalho é muito importante realizar exercícios de aquecimento para aumentar a elasticidade do tecido e minimizar a rotura das fibras dos tendões. Durante o exercício os tendões aumentam a sua temperatura entre 6 e 8 graus. Aumentos repentinos e intermitentes desta temperatura devido à não realização de um aquecimento correto podem causar a rotura das fibras do tendão e uma posterior rotura mais grave.

Durante o trabalho, o uso de protetores ou ligaduras é altamente recomendado uma vez que ajudam a aquecer a zona de uma forma mais rápida e uniforme.

Uma vez terminada a sessão de trabalho ou o trabalho diário, teremos de verificar os tendões do nosso cavalo procurando pontos de dor ou lugares onde a sensibilidade aumenta. Este exame será feito com a extremidade apoiada no chão e flexionada. Após este passo, começaremos a diminuir a temperatura dos tendões.

TRM-Staysound-1.5kg

Podemos realizar isso através de duches, através da aplicação de gredas frias ou com os protetores frios que mencionamos anteriormente.

Gredas como STAY SOUND da TRM são argilas contendo substâncias voláteis, na maioria dos casos óleos essenciais, que ajudam a refrescar os tecidos. Após o trabalho aplica-se uma camada bem espalhada na zona da cana com a qual conseguimos uma diminuição da temperatura da zona.

By | 2018-02-26T12:59:03+01:00 23 Janeiro 2018|Sin categoría|0 Comments

About the Author: